(19) 3114 8497 ou (19) 3836 3318 - WhatsApp (19) 99605-7776

Quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em 2017, precisa fazer a declaração do Imposto de Renda até dia 30 de Abril

Nesta quinta, dia 01 de março, começa a entrega da declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física. A Secretaria da Receita Federal informou que a declaração pode ser feita até dia 30 de abril.

Esse ano, dependentes com 08 anos ou mais precisam ter inscrição no CPF e esse número ser informado na declaração. Outra novidade é para quem tem guarda compartilhada, o filho só poderá ser considerado dependente de um dos pais.

 

Quem precisa declarar o Imposto de Renda?

 

A declaração é feita pelos ocorridos no ano-base de 2017, levando em consideração ganhos e atividades até dia 31 de dezembro. Precisa fazer a declaração:

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70, o equivalente a R$ 1.903,98 mensais;
  • Quem recebeu rendimentos não-tributáveis superiores a 40 mil;
  • Quem passou a residir no Brasil em qualquer mês do ano e ainda estava morando no país no dia 31 de dezembro;
  • Quem tinha bens ou direitos com o valor acima de 300 mil;
  • Quem teve, na atividade rural, receita bruta maior que R$142.798,50;
  • Quem, em qualquer mês do ano, teve ganho de capital, sujeito à incidência de impostos, na alienação de bens e direitos;
  • Quem realizou operações em bolsa de valores e semelhantes.  

 

Preciso de quais documentos para fazer a declaração do Imposto de renda?

 

Para fazer a declaração do Imposto de Renda é necessário reunir informações e documentos antecipadamente, para evitar erros ou atrasos na entrega. Além da cópia da declaração do ano anterior, são necessários notas fiscais, boletos pagos ou recibos referentes a seguintes atividades:

  • Serviços médicos e odontológicos;
  • Transações patrimoniais;
  • Despesas com educação;
  • Aluguel;
  • Em caso de ter empregados domésticos com carteira assinada, comprovantes de contribuição previdenciária.

 

Como fazer a declaração do Imposto de Renda?

 

O programa gerador da declaração do Imposto de Renda 2018 já está disponível para download. A declaração também pode ser feita da forma simplificada, sem as deduções permitidas com saúde e educação, por exemplo.

É recomendado que o contribuinte tenha o auxílio de um profissional habilitado para fazer a entrega da declaração. Também é necessário ficar atento aos prazos, quem enviar a declaração no início, sem erros ou inconsistências, se tiver direito à restituição, têm mais chances de recebê-la primeiro.   

 

E se perder o prazo?

 

Quem perder o prazo para enviar a declaração, deverá fazê-la com atraso com a incidência de uma multa, com o valor mínimo de R$165,74. A Receita cobra juros de 1% ao mês, mas com o limite de 20% sobre o total de imposto devido em 2017.

Entregar a declaração dentro do prazo também permite ao contribuinte, que constatar algum erro, fazer a entrega de uma declaração retificadora, sem pagar multas.